PERGUNTA – De acordo com a Bíblia podemos imitar homens fiéis (Hebreus 13:7), igrejas (1 Tessalonicenses 2:14), o Senhor Jesus (1 Tessalonicenses 1:6), o próprio Deus (Efésios 5:1). Mas e quantos aos anjos – podemos imitá-los?

RESPOSTA CRISTÃ – Com certeza, sim! Se a Bíblia nos dá respaldo para imitarmos essas pessoas cristãs e o próprio Deus Pai e Deus Filho, não há nenhum problema em imitarmos outras pessoas santas, como o Espírito Santo e os anjos. Se podemos imitar pessoas imperfeitas, por que não os santos anjos de Deus?

No caso dos anjos, temos muito que aprender com eles. Por exemplo: 

  1. Na adoração a Deus. Os anjos reconhecem a santidade plena de Deus. Eles declaram enfaticamente sobre Deus: Santo, Santo, Santo. – Isaías 6:2, 3.
  2. Ao fazer a vontade de Deus. Conforme a oração do Pai-Nosso, procuraremos fazer a vontade de Deus aqui na terra como os ela é feita no céu (Mateus 6:10). É óbvio que são os anjos quem fazem a vontade de Deus no céu. 
  3. Ao nos importarmos com nosso próximo, servindo-os,  colaborando com a Igreja de Cristo, ou seja, a união de todos os salvos. A Bíblia diz que os anjos de Deus “são espíritos ministradores, enviados para servir em favor dos que herdarão a salvação”. – Hebreus 1:14. 
  4. Ao levarmos mensagens de Deus, como seus mensageiros, seja de salvação, de exortação, ou do que for. Seremos mensageiros do evangelho de Cristo e da do seu retorno, assim como os anjos levaram a mensagem de Deus a várias pessoas (Lucas 1:11-19, 26-38; Atos 8:26; 10:3-8, 22; 27:23, 24) e, no futuro, um arcanjo anunciará a volta de Cristo. – 2 Tessalonicenses 1:7.
  5. Ao lutarmos nas batalhas espirituais. Os anjos são usados por Deus para atuar contra os poderes do inferno (Daniel 10:13; Apocalipse 12:7, 8), portanto, assim como eles sempre vencem, nós também podemos lutar como vencedores em Cristo Jesus. – Romanos 8:37.
  6. Ao anunciar os juízos de Deus, tendo em mente que os anjos executam os juízos de Deus. – 2 Samuel 24:16, 17; 2 Crônicas 32:21; Atos 12:23; Apocalipse 16:1; Mateus 16:27; Lucas 9:26; 2 Tessalonicenses 1:7.
  7. Ao vivermos uma vida de santidade. A Bíblia usa a expressão “santos anjos” três vezes. (Marcos 8:38; Lucas 9:26; Apocalipse 14:10) A santidade dos santos anjos se revela pelo fato de nunca terem pecado e seguido ao Diabo, e de eles nunca terem pecado. Pensando no bom exemplo deles, podemos nos aperfeiçoar em nossa vida com Deus, evitando o pecado e fugindo do mal, e também vivendo uma vida de obediência no serviço a Deus.
  8. Ao confiarmos que Deus tem poder de limitar as ações do maligno. É um anjo de Deus quem recebe a missão de acorrentar Satanás por mil anos. – Apocalipse 20:1-3. 

Portanto, conhecer bem o ministério dos anjos e imitar o bom exemplo deles nos ajuda muito em servir a Deus de um modo melhor.

_____ 

PERGUNTA – São demônios mesmo que controlam pessoas em programas religiosos na TV?

RESPOSTA CRISTà– Sim, com certeza! Esses pastores endemoniados estão sob o controle do diabo devem ganhar um bom dinheiro para convencer pessoas de que estão possuídas pelo tinhoso. Já disse em outros idos que se eu fosse o diabo eu fecharia facilmente a igreja desses estelionatários da fé, pois eu reuniria meus demônios e daria o maior de todos os golpes na igreja: “Pessoal, a partir de hoje, vamos acabar com o clímax dos programas desses pastores: NINGUÉM DE NÓS POSSUI MAIS NINGUÉM DURANTE O PROGRAMA.” Só há uma explicação para a diabada não fazer isso: Não são demônios coisa nenhuma que estão nas pessoas entrevistas. Pois na possibilidade de ser, eles seriam verdadeiros otários de não acatarem minha santa sugestão. Por favor, não usem esta minha resposta para ensinar que não creio em possessão demoníaca. Mas com certeza odeio a possessão pastoral de malandros e aproveitadores.

_____

PERGUNTA – O diabo realmente existe?

RESPSOTA CRISTà– Sim. Afinal de contas, quem teria tentado desencaminhar Jesus Cristo? (Mateus 4:1-10) O que não existe em muitos casos é um diabo sempre culpado dos pecados de crentes e não crentes, os quais vêm com a velha desculpa dada desde o Éden: “Foi a serpente”; Ou como dizia aquela antiga marchinha de Carnaval: “E a culpada foi a cobra.” (Gênesis 3:13) Muitos pecam, como trair a esposa, roubar, alegando até possessão ou obsessão demoníaca, só porque depois da ‘sessão descarrego’ irão ser perdoados, afinal pecaram porque ‘estavam sob a influência do cão’. Este Satanás ou Diabo, nós não achamos que exista. O que existe é um anjo rebelde e mal, pai da mentira (João 8:44), realmente interessado em desencaminhar, se possível, até os escolhidos, através de suas ações e de seus agentes humanos. E dele precisamos nos opor! – Tiago 4:7.

_____